Análises Clínicas

As análises clínicas são um conjunto de exames com a finalidade de verificar o estado de saúde de um paciente ou investigar doenças, como os chamados exames de rotina, check-ups, dentre outros.

A análise é feita através do estudo de material biológico colhido do paciente, como por exemplo, sangue, urina, saliva, fezes, esperma, fragmentos de tecido, líquido sinovial, pleural, líquido cefalorraquidiano, pus, etc. A coleta pode ser feita no próprio laboratório onde são feitas as análises ou em locais como um hospital, clínica, postos de coleta ou até mesmo no domicílio e local de trabalho do paciente.

EXAMES REALIZADOS

Os laboratórios de análises clínicas estudam cada uma dessas amostras em setores específicos, conforme o composto bioquímico ou suspeita clínica que se pretende investigar. Alguns exemplos de setores são:

  • hematologia;
  • bioquímica;
  • imunologia;
  • uroanálise;
  • microbiologia;
  • parasitologia.

TIPOS DE EXAMES LABORATORIAIS

Conforme vimos anteriormente, os laboratórios de análises clínicas são divididos em setores que estudam especificamente cada uma das amostras biológicas colhidas. A seguir, apresentamos os tipos de exames executados em cada uma destas áreas e seu propósito. Acompanhe.

No setor de bioquímica, os exames realizados dizem respeito a investigação do funcionamento dos processos metabólicos do organismo. São exemplos: glicose, colesterol, triglicerídeos, exames de função hepática, função renal, função cardíaca, eletrólitos, etc.

O setor de hematologia, por sua vez, investiga condições relacionadas ao sangue e suas frações, sendo o Hemograma o exame mais comum entre as solicitações médicas dentro deste grupo. Este tipo de exame é frequentemente solicitado devido à relevância do sangue em sinalizar alterações em diferentes partes do organismo, já que este sistema de vasos conecta todo o corpo.

No setor de hormônios, moléculas produzidas por glândulas e que exercem efeito específico sobre uma ou mais partes do corpo, os exames dizem respeito a função tireoideana, reprodutora, entre outros. Dosagens de PSA e TSH são exemplos de exames que compõem este grupo.

Doenças relacionadas a alterações na capacidade de defesa do organismo (imunidade) e resposta contra infecções como a rubéola, a toxoplasmose e a dengue, são investigadas no setor de imunologia.

O setor de microbiologia realiza exames como cultura de urina, orofaringe e outras secreções. Esses exames balizam o diagnóstico de doenças infecciosas relacionadas, por exemplo, à atividade bacteriana nociva no organismo.

Assim como o hemograma, a análise de urina pode ser muito importante para a detecção de determinadas substâncias capazes de indicar a presença de alguma patologia que não apresente sintomas. É no setor de uroanálises que essa investigação irá começar.

Por fim, é no setor de parasitologia onde se pesquisa a presença de determinados microrganismos como vermes e alguns protozoários. Lá são realizados exames como: parasitológico das fezes, pesquisa de sangue oculto, entre outros.

Uma informação que muita gente desconhece é que as análises microscópicas de células e tecidos provenientes de biópsias também são uma categoria de exame de análises clínicas.

A IMPORTÂNCIA DAS ANÁLISES CLÍNICAS

Agora que você já sabe um pouco mais a respeito das análises clínicas, rotinas em um laboratório e os profissionais envolvidos, que tal considerarmos a importância dos exames laboratoriais?

Um médico conta com alguns recursos para acompanhar a saúde de um paciente, tais como o testemunho deste, sua própria observação dos sintomas, entre outras práticas similares.

Com esses recursos, os médicos geralmente chegam a uma hipótese sobre uma possível patologia que possa estar em desenvolvimento.

Neste contexto, os exames de análises clínicas são um dos recursos mais eficientes que um profissional de saúde tem a sua disposição. Com eles, é possível avaliar parâmetros e analisar de forma minuciosa a condição de saúde de determinado paciente.

A recomendação médica é que um check-up com exames laboratoriais seja feito anualmente.

Ao submeter-se a essa rotina, o paciente ganha a vantagem de diagnosticar doenças ou qualquer outra alteração no organismo a tempo de um tratamento mais eficiente.

Para agilizar seu atendimento, preencha nosso formulário ou entre em contato conosco pelos telefones:
(67) 3522-1660 ou (67) 3522-1631